O primeiro Dorama a gente não esquece

Para começar, o termo Dorama surgiu no Japão e se escreve ドラマ que significa Drama, essa pequena palavra se lê exatamente DORAMA, por isso tantos ocidentais adeptos da cultura oriental usam tanto esse termo.

Mas esse termo Japonês também se estendeu a outros países orientais, como por exemplo, o Sul Coreanos também utilizam a palavra 드라마.

Então Dorama no sentido literal da palavra quer dizer Drama, mas é muito utilizado para fazer referência as novelas orientais, que não são somente produzidas no Japão e na Coreia do Sul, vários outros países fazem os amados Doramas como China e Taiwan por exemplo.

Fonte: Yokaipop

Já faz um tempo que o catálogo do Netflix foi “invadido” pelos asiáticos, mas até então eu nunca tinha me interessado em assistir a nada das terrinhas orientais. Até que no início desse mês, mas precisamente dia 04 (fui no histórico verificar), o Raphael aleatoriamente escolheu Good Morning Call para assistirmos.

Não dava nada por essa novela/série e não é que eu me encantei? Good Morning Call é um romance bem leve e fofo, ideal para toda família.  Produzido pelo Netflix em parceria com a Fuji TV, a história, adaptação de um manga de mesmo nome, é contada em 17 episódios.

Nao decide morar sozinha e aluga o apartamento dos sonhos, porém no dia da mudança descobre que caiu em um golpe de contrato duplo. A outra vítima é Uehara, o garoto mais cobiçado de sua escola, que apesar de bonito e inteligente, é também frio e grosseiro. Sem ter como ir para outro lugar, os dois decidem dividir o apartamento e precisam se adaptar e ser discretos para que ninguém descubra que eles estão morando juntos.

O personagens são cativantes cada um a seu modo e os atores desempenham muito bem seus papéis. Nao é uma fofa, quase sempre lerda para captar as coisas e vive em devaneios. Uehara é aparentemente insensível e dificilmente fala sobre seus sentimentos, mas é fascinante ver sua mudança principalmente em relação a menina. Marina, Mitsuishi e Abe rendem ótimas risadas. Daichi, amigo de infância de Nao, é apaixonado por ela e faz tudo ao seu alcance para ver a menina bem e feliz.

O final da temporada é muito amorzinho, do tipo que te faz querer mais e te deixa com um sorriso bobo na cara.

O gosto pelos j-dramas e k-drama me pegou de um jeito, que, durante esse mês, praticamente só assisti isso (e só não foi não exclusivamente porque assisti a um episódio de When Calls the Heart ontem).

Fico pensando na razão de ter demorado tanto pra ver algo produzido pelo outro lado do mundo, preconceito provavelmente. Só sei que fiquei com uma vontade enorme de viajar para o Japão e conhecer mais da cultura japonesa. E aliás, o jeito da Nao me me fez lembrar uma menina que eu conheci durante o meu intercâmbio em Montreal.

Hoje foi lançada a segunda temporada: Good Morning Call: Our Campus Days, porém ainda não há previsão de quando essa continuação chegará no netflix brasileiro. Enquanto a gente espera, vai aí outras sugestões de dramas japoneses e coreanos que andei assistindo por aqui e que também estão no netflix:

BeFunky Collage

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s